Em decorrência das chuvas ocorridas em todo o Estado no último fim de semana, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), por meio do Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec), e do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), divulgou o balanço das atividades realizadas pelas equipes do órgãos.    

Pelo Depec, de acordo com o Diretor, o Tenente-coronel, Luciano Queiroz,  os fatos de maior gravidade ocorreram na capital e em cinco municípios sergipanos. “No interior do Estado, tivemos o registro de uma casa danificada no município de São Domingos, no Território do Agreste Central. No Território  Centro Sul, no município de Indiaroba, os ventos derrubaram placas de sinalização próximas à Ponte Gilberto Amado, na Rodovia SE-100”, ressaltou.

O Tenente-coronel destacou outras ocorrências. “No Território da Grande Aracaju, houve queda de raios em uma quadra de esportes de uma escola estadual, no município de Nossa Senhora do Socorro, enquanto que na capital, por conta das chuvas intensas, a Defesa Civil Municipal recebeu seis solicitações de vistorias em residências através do telefone 199, sendo quatro delas por conta de alagamentos e duas para avaliação estrutural. Contudo, os impactos não foram significativos e não foi preciso a interdição dos imóveis, uma vez que as águas escoaram rapidamente”, explicou.

O diretor do Depec relatou ainda que, no Território do Alto Sertão Sergipano, os sinistros provocados pelas chuvas foram mais prejudiciais. “Em Nossa Senhora da Glória, diversas estradas vicinais foram danificadas prejudicando o acesso de alguns povoados até a sede. Já em Canindé do São Francisco, tão logo a Defesa Civil Municipal nos informou sobre as ocorrências em razão do alto índice pluviométrico, mobilizamos equipes até o município. Lá constatamos que várias residências foram alagadas. Também certificamos que um casa edificada próxima ao leito do Rio São Francisco foi parcialmente destruída pela força das águas e cerca de cinco árvores tiveram raízes expostas, por isso precisamos arranca-las, a fim de não provocar incidentes, e dois postes de condução de energia foram derrubados, sendo as providências cabíveis sido tomadas pela concessionária de distribuição de energia”, detalhou.  

Ainda no município de Canindé, Luciano Queiroz lamentou a fatalidade ocorrida com pessoas que estavam dentro de um carro. “Infelizmente, a falta de percepção de risco fez com que o condutor de um veículo, no qual estavam quatro pessoas, tentasse atravessar um riacho. Dado o volume das águas e a força da correnteza, o automóvel foi levado, tendo duas das quatro pessoas vindo a óbito. Ainda no município, trechos de algumas rodovias foram tomadas por areia e pedregulhos. Orientamos à Secretaria Municipal de Obras que fizesse a limpeza a fim de que transtornos fossem causados aos condutores e pedestres e o serviço foi realizado”, frisou.

O Depec informa que em situações dessa natureza os cidadãos devem evitar estarem próximos de árvores, postes de condução de energia, rios e riachos. Em caso de riscos maiores, a exemplo de alagamentos, deslizamentos de terra, queda de árvores, barreiras, sinalização de rodovias, postes, entre outros, faz-se necessário buscar ajuda nas Coordenadorias de Defesas Civis Municipais e através do telefone 199. Também é importante fazer o cadastro de alerta, a fim de que em casos de eventos naturais inesperados, a população possa ser avisada com antecedência e de como proceder.

Para efetuar o cadastro, o cidadão deve enviar um SMS para o número 40199, com o número do CEP do logradouro onde reside, e,  automaticamente receberá um aviso informando que o cadastro foi realizado com sucesso.

O DER também atendeu ocorrências durante as chuvas, nas rodovias estaduais, atendendo a chamados da população. Na SE-100, foi feita a liberação da pista, depois que a estrutura do pórtico de acesso à ponte Gilberto Amado foi arrancada pela força do vento, interrompendo a passagem de veículos. O órgão enviou equipes até o local para a retirada dos equipamentos e a liberação do tráfego que havia sido interditado. Na rodovia SE-230, no entroncamento entre a BR-101 e o povoado Siririzinho, no município de Siriri, a força da chuva abriu uma cratera na cabeceira da ponte. Assim que recebeu o chamado o DER enviou equipes para o local para fazer sinalização da via e, na manhã de hoje, o serviço de recuperação da via foi iniciado pelo órgão, que continua de prontidão para eventuais ocorrências.

Última atualização: 30 de novembro de 2021, 10:27 AM