Profissionais do corpo técnico do Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec) se reuniram na manhã da quinta-feira, 15, com representantes da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), a fim de traçar o aprimoramento das ações de assistência humanitária em desastres ocorridos no Brasil.

Junto à Coordenadora de Preparação da Sedec, Ana Paula Freire e a consultora do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Selma Setsumi Isa, a equipe do Depec fez um levantamento acerca das informações que darão subsídios para a sistematização do panorama nacional na elaboração de um novo modelo logístico para a assistência humanitária realizada pelo Depec em Sergipe.

Reuniões dessa natureza, ainda que através de videoconferências envolvendo as esferas estadual e nacional da Defesa Civil, e, em algumas ocasiões também municipais, são de extrema relevância, uma vez que elas subsidiarão a proposta de modelo logístico que envolve, compra, acondicionamento, armazenamento, transporte, distribuição e repasse de recursos para itens de assistência humanitária em resposta a desastres ocorridos em todo o país e que são realizados pela Defesa Civil Nacional.

Para o Diretor do Depec, Major BM Luciano Queiroz, a reunião serviu para que a Sedec se inteire sobre a situação em Sergipe e assim desenvolva futuras políticas públicas entre a Sedec e os estados. “A videoconferência foi muito importante porque pudemos estreitar laços com a Defesa Civil Nacional. Respondemos às perguntas feitas pela Sedec e a partir desses questionamentos eles terão um panorama preciso de Sergipe nesse âmbito, e, caso ocorra alguma situação de desastre, a Sedec já disponha de um planejamento logístico e tenha condições de dar um melhor atendimento nas ações de ajuda humanitária, dentro do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil, com mais rapidez e eficiência”, explicou.


Última atualização: 18 de julho de 2020, 10:14 AM