“Vivenciei o ‘Costão’ antes dessa reforma e posso afirmar que a mudança foi de 100%. A estrutura é outra, fez muita diferença poder voltar às aulas presenciais e sentir o prazer de estar em uma escola bonita, moderna e de ser acolhida como se estivesse em nossa própria casa, ficou ótima, de alunos a pais e professores, todos estão elogiando”. Aluna do Colégio Estadual João Costa desde o primeiro ano do ensino médio, Keilla Regina dos Santos Gomes, 17 anos, não esconde a satisfação de ter retornado à instituição de ensino para o seu último ano enquanto aluna e encontrar uma escola bem diferente do que era antes.

Realizada pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, tendo a Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop) como unidade executora e fiscalizadora, a reforma e ampliação do Colégio Estadual, atualmente Centro de Excelência, Professor João Costa modificou para melhor a estrutura de uma das mais importantes unidades educacionais da capital sergipana, garantindo o aprimoramento das condições de aprendizado aos alunos e o aperfeiçoamento de ensino aos professores, além de facilitar o trabalho dos demais profissionais.

A reforma  

Localizado na Avenida Augusto Franco (Rio de Janeiro), no bairro Getúlio Vargas, a reforma e ampliação recebeu investimentos de R$ 2.896.466,07 e contemplou toda a sua infraestrutura: hall de entrada, sala de coordenação, dos professores, secretaria, biblioteca, auditório, grêmio,  cantina, salas de aula, vídeo, artes, laboratórios de informática, ciências, química e física, sanitários, área de circulação e de recreio coberto, pintura da quadra poliesportiva, construção de quadra de vôlei de areia, de vestiários, lavanderia, cantina e pátio coberto, além da edificação de sala e departamento de educação física, reservatório elevado,  casa de bombas, de gás e de lixo.

A parte estrutural do colégio recebeu revisão geral da cobertura, novo revestimento cerâmico nas paredes, instalação  de ar condicionado, forro em PVC e de esquadrias nas 21 salas de aula e em toda a área administrativa, substituição das instalações elétricas, hidráulicas, implantação de cabeamento estruturado, do sistema de prevenção e combate a incêndio e de proteção de descargas atmosféricas (SPDA), drenagem pluvial e pintura geral.

O direito à acessibilidade foi assegurado com a construção de rampas de acesso com guarda-corpo metálico do passeio à parte interna após o gradil principal e desta ao hall de entrada, bem como do pátio interno às quadras, além dos banheiros exclusivos para pessoas com mobilidade reduzida, implantação de piso tátil e direcional, de placas indicativas e em braile.

Novo ambiente

Professor da instituição e atuando  como diretor do estabelecimento desde o ano de 2019, Rogério Luiz da Silva afirma que a reforma e ampliação transformou o lugar em um novo ambiente educacional.  “É indiscutível o quanto a revitalização modificou para melhor esta escola. Pais, alunos e até os funcionários se surpreenderam ao constatar que é como se estivéssemos em outro local,com estrutura moderna e adequada, ambientes climatizados, novos espaços e ampliações de outros, a satisfação é unânime”, frisa.

Rogério Luiz acrescenta que vários problemas de estrutura física existentes na unidade foram sanados. “Tínhamos dificuldades em diversos ambientes, a exemplo do auditório que era pequeno, hoje temos dois e uma sala para reuniões, a biblioteca foi ampliada, assim como os vestiários que de nove passaram para treze, acessibilidade em toda a escola, um espaço de descanso para os profissionais (professores e outros servidores) que trabalham o dia inteiro e não dispunham de tempo para almoçar em casa, construção de DML, lavanderia, reservatório, casa de bombas, gás e lixo, além de garantir a segurança de todos não apenas com a implantação dos sistemas de proteção de incêndio e contra descargas atmosféricas, mas com a construção de sete saídas de emergência em um local onde existia uma única, um grande presente de aniversário para a instituição que agora em março faz 52 anos e que beneficia a todos”, orgulha-se.

Aluna do primeiro ano do Ensino Médio, Bruna Maria Santos Vieira se diz satisfeita com a escola. “É o meu primeiro ano aqui, além de me sentir bastante acolhida, estou confortável, pois a escola é muito bonita, arejada, equipada e mantém o mesmo nível, sendo até melhor do que a unidade particular que eu estudei a minha vida inteira”, ressalta a aluna de 14 anos.

Para o secretário estadual do desenvolvimento urbano, Ubirajara Barreto, a obra é mais um marco em prol da educação realizada pelo Governo de Sergipe. “O Centro de Excelência, professor João Costa possui grande representatividade na educação pública, foi a casa onde diversas personalidades sergipanas estudaram e é sempre bem posicionado no ranking do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A revitalização além   de fazer parte do cumprimento em toda sua totalidade do Plano Nacional de Educação (PNE), estipulado pelo Executivo Estadual, que tem a educação como prioridade e vem aplicando boa parte do orçamento em reformas e ampliações de escolas, possibilitando assim melhores condições de ensino e aprendizado ao corpo docente e discente, faz jus à grande história da instituição educacional”, enfatiza.

Última atualização: 14 de março de 2022, 16:56 PM